Connect with us

Published

on

Rúben Semedo, ex-jogador do Sporting, voltou a ser preso em Espanha. O jornal Las Provincias noticia que a Guarda Civil de Valência deteve o jogador do Villarreal após protagonizar um incidente violento com uma pistola, sendo acusado de agredir e roubar um homem.

Segundo o periódico, Semedo foi detido em casa na última madrugada pelos delitos de agressões, detenção ilegal de arma e roubo.

Conta o jornal espanhol que a vítima do ataque de Rúben Semedo apresentou queixa contra o jogador a 12 de Fevereiro, numa esquadra da polícia. Diz ter sido amarrado, agredido e retido por Semedo e outros homens na moradia do futebolista em Bétera. Contou ainda que, depois de ter sido imobilizado e fechado num quarto, retiraram-lhe a chave de casa, de onde foi roubado dinheiro.

A vítima exibia hematomas em várias partes do corpo e uma lesão no calcanhar que o obrigava a andar de muletas. Diz ainda que um dos agressores disparou uma arma para o assustar.

O homem identificou Rúben Semedo e um primo do jogador como as pessoas que o atacaram e o ataram para o roubar no apartamento em que vive. Mas os vizinhos dizem não se terem apercebido de nada.

Este é o terceiro caso em três meses que envolve o ex-jogador do Sporting em episódios violentos. O jogador está a ser investigado por usar uma arma ilegal em confrontos numa discoteca e num bar de alterne, em Valência.

No caso da discoteca, Semedo é acusado de ter ameaçado um segurança com uma arma, depois de ter sido convidado a sair do espaço na hora do encerramento, em Novembro de 2017. O jogador foi detido MP de Espanha pede uma pena de dois anos de prisão, num caso que ainda corre na Justiça.

O terceiro caso aconteceu também em Valência. Semedo é acusado de ter agredido um jovem com uma garrada de vidro à porta de um estabelecimento de diversão noturna.

Comments

Publicidade

Publicidade

Mais Populares