Connect with us

Pais pela primeira vez, Kate e David Ogg ficam devastados quando lhes disseram que um dos seus gémeos – nascidos com dois minutos de diferença às 26 semanas – deixou de respirar e tinha apenas alguns minutos de vida.

Pensando que seriam os últimos minutos que teriam com o pequeno rapaz que decidiram chamar de Jamie, Kate pediu para poder abraçar o seu bebé, e disse a David para subir para a cama do hospital para um abraço ternurento.

O que aconteceu depois foi o mais próximo de um milagre.

“Eu queria tanto encontrá-lo e abraçá-lo para que ele nos conhecesse. Já que sua vida seria fora deste mundo, nós queríamos que ele soubesse quem seus pais eram, e que nós o amávamos muito mesmo antes de ele nascer e morrer.” – Kate Ogg

E assim esta mãe abraçou o corpinho morto de seu filho Jamie, conversou com ele sobre todas as coisas que eles poderiam fazer juntos, contou-lhe da família que formavam, e acompanhada de seu marido, o abraçaram, lamentaram e choraram sua perda.

Depois de 2 horas, já conformados com a perda do filho, quando os pais se preparavam para se despedir do bebé, eles viram pequenos e breves movimentos em seu corpinho e ele abriu seus olhos.

No caso de Jamie, os médicos insistem que não há explicação científica nem médica para o que aconteceu.

“Kate e seu instinto maternal salvaram a vida de Jamie. Se ela não tivesse feito isso, nós não o teríamos conosco hoje, crescendo juntamente com sua irmã Emily!” – David Ogg

Um verdadeiro milagre!!

Comments

Mais Populares