mother

Porque o Dia da Mãe é todos os dias.

Amber Fillerup Clark
Família Vem Primeiro

Querida mãe: 9 Razões porque te amo, mesmo que não o diga vezes suficientes

mother

Porque o Dia da Mãe é todos os dias.

Amber Fillerup Clark

Sempre odiei o Dia da Mãe.

Não porque odeio mimar-te com atenção e elogios, mas porque num determinado dia do ano é suposto mostrar-te exactamente o que significas para mim?

Depois de tudo o que fizeste por mim — as oportunidades que me deste, as quantidades de mudanças de humor minhas que aturaste, a vida que deixaste de viver por mim — é suposto enviar-te um cartão com flores, e isso é suposto ser o suficiente?

Flores, cartões e ofertas para massagens não fazem passar a minha verdadeira mensagem. Levar-te a jantar nunca fará justiça. Comprar-te balões nunca vai inflacionar a minha mensagem. Tudo isso parece tão… fútil.

Um cartão nunca será capaz de explicar exactamente porque te amo.

Faz Play Neste Vídeo


Exactamente porque é que estou orgulhosa por te chamar de mãe. Exactamente porque te estou agradecida.

Ao invés, vou apenas dizer-te.

Vou dizer-te exactamente porque te respeito. Vou dizer exactamente tudo o que deveria dizer todos os dias de cada mês de cada ano. Vou dizer-te exactamente porque te amo.
 

1. Tu desististe de tudo por mim e mesmo assim estás sempre a tentar dar-me mais

Desististe dos teus sonhos, objectivos e necessidades por mim. Desististe das tuas ambições e planos futuros para me dares uma chance de seguir os meus.

Deste-me tudo que não só precisava, mas também tudo o que poderia querer.


2. Tu tomaste conta de mim ao ponto de ficares chateada comigo, mas vou sempre perdoar-te

Mesmo que odeies ser uma “menina má”, tu fazes um bom papel porque manténs a peça a rolar.

Tu aguentas as lutas e as palavras duras e os olhares de ódio porque me amas o suficiente para aguentares.

Escolhes ser odiada por um momento desde que isso não signifique que eu arruíne o resto da minha vida. Tu perdoas-me por nunca entender os teus motivos e nunca questionas os meus.


3. Tu apoias todas as minhas decisões por mais absurdas que sejam

Eu posso ser deslumbrada, obsessiva e espontânea, mas tu pões-me de castigo sem destruíres os meus sonhos.

Tu sabes o que é possível e o que me vai magoar e mesmo assim consegues amenizar as minhas ambições fantasiosas.

Apoias-me, não interessa sobre o quê, mesmo que isso signifique ficares a olhar enquanto eu cometo erros.


4. Tu acreditas constantemente em mim, mesmo que eu própria não acredite

Tu tens mais confiança nos meus falhanços do que tenho em mim própria. Tu vês-me a destruir-me, a sabotar qualquer oportunidade e mesmo assim continuas a pensar que eu sou um sucesso.

Tu levantas-me depois de cada queda e limpas o pó das minhas pernas sem olhares para os estragos que fiz.


5. Tu estás presente quando todos os meus relacionamentos começam a cair aos pedaços

Tu és a minha pedra com um confortável cobertor por cima. Estás sempre disponível para mim, sempre forte, e mesmo assim proporcionando conforto e sabedoria.

Apesar de te tratar pior do que a qualquer um dos meus “amigos”, tu estás sempre lá para me defender. Tu não guardas rancor pelo meu mau feitio ou descarregas o teu em mim — tu apenas entendes.


6. Tu tens sido a minha melhor amiga de todas as melhores amigas que já tive

Durante todos os relacionamentos que eu pensei que seriam os ideais, tu tiveste silenciosamente ao meu lado, pronta para me aceitar novamente de braços abertos.

Durante cada má amizade, separação ou pior inimigo, tu estavas lá. És a única amiga com que posso realmente contar, mesmo que te trate como a um inimigo.


7. Tu deixas-me ser o meu “eu” mais vulnerável

Depois de horas, dias e semanas a colocar uma cara corajosa, tu deixas-me tirá-la. Não existe teatro ou performance minha que já não conheças.

Tu não me deixas simplesmente ser o meu verdadeiro ser, tu esperas que eu seja. Tu és como uma lufada de ar fresco depois de uma hora a nadar numa piscina.


8. Tu és a única pessoa que quer genuinamente que eu fale sobre mim o tempo todo

Tu és a pessoa mais altruísta do mundo inteiro a lidar com a (por vezes) pessoa mais egoísta. Tu não me deixas simplesmente desabafar; tu tornas todas as conversas sobre mim.

Os teus dias são centrados em volta de como os meus dias foram, e as tuas preocupações são pesadas nas minhas. Tu não me levas a jantar para falarmos sobre mim; tu levas-me para ouvires sobre a minha vida.

Tu és a única pessoa que não só me ouve o tempo todo, mas quer tornar tudo sobre mim todo o tempo.


9. Tu tentas ver pelo meu ponto de vista, mesmo que discordes comigo

És a única pessoa que leva a coisas por ambos os lados, sempre à espera que o meu lado ganhe. Podes não concordar com tudo o que faço, mas tentas ao máximo perceber porque é que faço o que faço.

Tu não és crítica; tu tens cuidado. Tu não és tendenciosa; tu és sábia. Tu não sais para me pegar; tu sais para me ajudar.

Eu amo-te mãe!

Comentários

Somos a plataforma preferida da Geração-Y para os tópicos mais quentes e mais na moda dos dias de hoje, desde política a relacionamentos e tudo o que se encontra pelo meio.

CoffeeBreak © 2016 - Todo o conteúdo pertence aos seus utilizadores.

To Top

QUERES MAIS HISTÓRIAS COMO ESTA?

O botão mágico abaixo entrega-te as melhores histórias no Facebook.