,

Que raio de Geração é esta!?

Já fiz isso
Já fiz isso

Que geração é esta?

Repugnante talvez seja uma palavra demasiado forte para começar este texto.

Mas que raio de geração é esta?

Uma geração de tecnologias, em que somos todos muito sociais atrás de um computador e as nossas conversas se enchem de emojis e smiles, porém, no dia-a-dia nem um sorriso esboçamos para quem nos rodeia.

Quem são os adolescentes de hoje em dia, que só pensam em fumar as mais diversas drogas, na crença de que assim serão mais fixes que os outros? Fixes? Tenham dó. Isso não é fixe. Isso é lamentavelmente ridículo.

Melhor vídeo de sempre


Crianças de 12 anos que saem à noite e chegam a casa ao nascer do dia, bêbadas numa grande parte das vezes e depois de uma noite em que fizeram as figuras mais tristes que se possa imaginar. O pior de tudo, é que não são órfãs, onde estão os seus pais?

Que geração é esta? pergunto, porque eu não quero fazer parte dela.

Pensarão os adolescentes no futuro? A vida não é só festas, álcool e drogas.

“Quero aproveitar a vida ao máximo”, dizem, “Sem preocupações.”, acrescentam. Fico confusa quando dizem isto, porque como é que se aproveita a vida ao máximo quando nem sequer nos lembramos do que fizemos na noite anterior em que, supostamente, saímos para nos divertirmos com os nossos amigos? Há nisto uma certa incoerência.

Que geração é esta em que se desconhecem os valores que a humanidade deveria preservar? Que geração tão sem princípios é esta?

Temo que este seja o princípio do fim da humanidade.

Mas que geração é esta e porque é que ninguém faz nada para reprovar os seus comportamentos destruidores?

(Source: Cátia Cardoso)

Criado por Patricia Lemos

Profile photo of Patricia Lemos

Estudei jornalismo na escola da vida. As minhas paixões são carros clássicos, moda, comida, escrever e os meus cães. Também tenho um piriquito (mas provavelmente não queres saber).

35 Comentários

Junta-te à Conversa
  1. E que geração é essa que não apoia a geração atual e não vê nela os aspetos positivos?
    Nunca ninguém fala desta geração como algo inovador, criativo, revolucionário.
    Essa diferenciação de gerações é ridicula somos todos seres humanos e deviamos estar todos a trabalhar para um bem comum. Não chame repugnante a algo que é tão de todos e produto de todos e de uma sociedade. Cada geração tem os seus aspetos positivos e negativos é normal e é humano

  2. Tah mas eh calada oh otaria a tua geração ainda eh mais vergonhosa que só se interessam por estudos isto e aquilo , cada um sabe de si e não vejo qual eh o mal em fumar umas ganzas ?? visto que a cannabis eh uma droga social ,enterra.te mas eh. Agora vens aí com ganda moral só porque não o fazes , ades de morrer sozinha , gente como tu me dão nojo que não se sabem divertir , não eh preciso beber até ficar aí a fazer figuras e mais alguma coisa , eh preciso saber beber , a sociedade como a tua são uns ignorantes que nunca deviam ter nascido , sabem lá o que eh a vida cada um faz a vida que quer agora não venhas eh falar mal enquanto a tua eh igual ou bem pior !!! ??????

  3. São fases, tudo faz parte as pessoas crescem. Eu tambem queria aproveitar a vida ao máximo e tive a minha fase de loucura. Isto é texto para quem queria ter aproveitado mais tudo o que critica e não o fez.

  4. Se não tem bons argumentos remeta-se ao silêncio. Faço parte dessa suposta geração (20 anos) e revejo-me em tudo o que disse (tirando o facto de fumar as mais diversas drogas). Sou licenciada e trabalho. TODOS os meus amigos seguiram o mesmo caminho, uns p direito, outros p medicina e acredite conseguem ser piores que eu. Brutas bebedeiras, saídas que duram quase mais tempo do que as horas que um dia tem e acredite ou não é daí que saem as histórias mais fantásticas
    (é melhor explicar bem não vá distorcer o que acabei de dizer: não são só dessas saídas que saem historias fantasticas, mas que saem as mais fantasticas).

    Espero que esteja ciente que nem todos somos iguais. Se há pessoas que se limitam a apanhar bebedeiras e a sair sem se preocupar com coisas mais importantes também há outras que fazem exatamente as mesmas coisas e que conseguem manter um balanço certo. Separando momentos de folia e diversão com momentos de estudos, concentração e desenvolvimento pessoal.
    Considero o seu texto obsoleto.

    PS- muito provavelmente não sabe, mas a geração anterior à nossa, a dos nossos pais, também teve os seus momentos “destruidores” e também foi uma geração “perdida”. Não deve saber mas naquela altura também lhe davam forte na droga e alcool. Tá a ver? pós 80? FORTE. Posto isto, muito provavelmente naquela altura também houve um ser iluminado que resolveu escrever acerca do que detestava na geração seguinte (a dos nossos pais).

    Portanto se não souber contextualizar de forma correta a realidade atual simplesmente não o faça e se o quiser fazer ao menos aprenda que existem excepções as quais não fez sequer questão de mencionar fazendo questão de se retratar a si propria como um ser superior que por nao se embebedar, não sair e não consumir drogas é melhor que os outros. É só triste porque muito provavelmente há pessoas bem melhores que você e que bebem, fumam e saem mais do que sei lá o quê.

  5. Após ler este texto tenho quase a certeza que na infância da autora os pais foram muito controladores. Agora está mesma baseia -se nos seus princípios para criticar a sociedade atual. É vergonhosa ver como há pessoas que pensam desta forma. Tenho 17 anos, estou de momento no 12° ano e tenho uma média de 18 e fumo ganza até dizer chega, por isso nao venha para aqui confundir as coisas porque se a senhora teve uma infância e adolescência de merda não e culpa de ninguem. Já agora você há de morrer jovem.

    • Consumir substâncias que alteram a sua percepção da realidade, é realmente sinal de muita maturidade, enfim.

  6. Dama deixa de ser burra, cada um segue a vida como quiser, se fuma ganzas ou apanha as suas bubadeiras, qual é? Vida e pa viver, se não es assim vai pa um convento e vira freira Fodase.. Es tu os pais dessas crianças? Preocupa-te é em limpar o cu como deve ser e deixa maze a vida dos outros pah.. Isso e falta de pila..

  7. Cátia Cardoso estás a querer dizer q nas outras gerações não havia droga e o pessoal não apanhava grandes bebedeiras é isso?

    • Havia Heroina era bem pior…mentalidades retrogodas, violencia domestica crimes ambientais,geraçao que levou ao mundo o que é hoje…gerção que nunca pensou sobre a palavra sustentabilidade acho que apontar o dedo aos habitos de uma geração que esta farta de ver o sistema insustentavel e um erro, um grande erro…

  8. Ridículo publicarem isto quando tinham uma publicação sobre o quanto era bom namorar com uma miúda que fuma erva !

    • Os nossos autores têm várias perspectivas. Embora sejam da mesma geração, enquanto um condena o uso dessas substâncias, o outro considera isso como algo inerente à geração de hoje. Ambas as perspectivas são válidas nos dias de hoje.

      Cumprimentos

  9. Quando li isto pensei logo que seria escrito por alguém na fase pós-puberdade que já se acha melhor que a geração anterior só porque são diferentes. Todos nós passamos por isso. Depois crescemos, olhamos para trás e vês que esta coisa que escreveste não faz sentido nenhum. Todos nós passamos as mesmas fases. É verdade que a geração actual têm acesso a drogas muito facilitado. Mas ainda é mais verdade que agora há muito mais informação sobre aquilo que consomem. Ou achas que nos anos 80 alguém fazia ideia o que era a coca, a heroína, (…)!?

    Estamos na geração de informação, de tudo ser mais rápido, mais fácil. E acima de tudo, diferente. Portanto não recrimines os outros por seres diferentes. Ou quando tiveres filhos vais criá-los como se fosse 1997? Não te fartaste de ouvir os velhos do restelo à tua volta, enquanto crescias (e calma aí que ainda não paraste de crescer, muito pelo contrário) a dizer que a geração deles é que era? Foi chato não foi? Parabéns, tornaste-te num deles 😉

  10. E que raio de geração é a tua? A que se faz de Santa? A que nunca consumo drogas? Ah e cuidado ao que chamas droga! A que nunca bebeu álcool? A que pensa que não era? Pois bem me parecia que não. Agora a mais engraçada foi a dica dos emoji ah pala das redes sociais.. Manda aí um print das tuas conversas anda para nós vermos quantos emoji mandas a mais! Este texto não passa de ridículo e a pessoa que o escreveu é igual. Estamos no século 21 não no século 17 ou anterior por isso não venhas com mente retardada escrever textos sem nexo para a Internet ou para onde for! E que continues a ser o maior “exemplo” do mundo e os teus filhos igual. Ahahahahah. Ridiculo/a

  11. Eu tenho 18 anos saio a noite fumo, bebo e nao e por isso que vou ter a minha vida destruida ou que vou ser uma pessoa sem sucesso estou muito bem encaminhado e vou entrar para a faculdade, tenho amigos meus muito “piores” que estao bem na vida independentemente do que fizeram claro que tambem ha os casos extremos que passam para as drogas pesadas, mas esses ai sao so retardados mais nada.Neste texto inteiro so concordo com a parte das miudas de 12 anos que saem a noite ate ao amanhecer, acho estupido e indecente.

  12. Deixa te mas é de merdas e não metas o nariz na vida dos outros,quanto a geração preocupa te antes se os teus filhos não sairão piores ainda,falta de juízo há muito,mas falar é a borla 😉

  13. Olá Cátia,o meu nome é Laura,tenho 17 anos.
    Já bebi já fumei já cheguei a casa da madrugada já me droguei ,mando mil emojis em todas as mensagens ,adoro sair à noite com os meus amigos e sim muitas vezes esqueço-me do que fiz na noite anterior (e se o que fiz foi tão mau como ler o teu texto,ainda bem).
    Mas também sei ficar em casa com a minha familia a um sábado à noite,ou dar um sorriso a quem gosto e penso no meu futuro todos os dias (isto hoje em dia não está fácil para ninguém).
    Acho ignorante da tua parte pensar que hoje em dia só se pensa em sexo e festas,acredita que não é assim.Somos adolescentes e gostamos de coisas que adolescentes gostam mas não é por isso que não temos valores.
    Fica bem.

    • Por valores no seu texto, deve entender-se por “coisas físicas”, porque verdadeiros valores, parecem estar em falta.

  14. “que só pensam em fumar as mais diversas drogas, na crença de que assim serão mais fixes que os outros? Fixes? Tenham dó. Isso não é fixe. Isso é lamentavelmente ridículo.”

    tu é que és lamentávelmente ridicula e só demonstras ignorância e mente quadrada se pensas que quem fuma ganzas apenas o faz porque quer ser “fixe” ou aceite ou whatever. Faz TU alguma coisa e pesquisa os imensos beneficios médicos da cannabis e a comparação com drogas como o alcool/tábaco que são bem piores e, no entanto, são aceites, porque ignorantes como TU não sabem nem querem saber e limitam-se a “mandar para o ar” aquilo que ouvem dizer sem conhecer. Se fosses uma pessoa assim tão culta não tinhas essa visão pequenina e retrograda, enfim. Cresce e aparece e já agora escreve alguma coisa mais interessante em vez desta “crónica” barata.

    • Uma mente tão “avançada” e nem compreende o quão atrasada se torna o seu desenvolvimento com substâncias que alteram a sua percepção da realidade.
      Além disso ainda contribuem para que se prenda ainda mais à Terra, ficando mais difícil libertar-se da mesma o que em última análise levará à sua morte contínua, por tanto morte permanente, por não conseguir libertar das materialidades no devido tempo.

  15. Imagino que a geração de 60 terá sofrido as mesmas críticas, a geração do início do século que começou a usar o telefone e a escrever menos cartas, também terá sido criticada assim…. Se todos fossem tão “quadrados” no que diz respeito á evolução (com todas as regressões que possamos ter tido ao longo do processo) da humanidade, ainda hoje estaríamos pendurados em árvores.

  16. Não consigo encontrar palavras para adjetivar este texto, antes de te dares ao trabalho de escrever uma coisa destas sugiro te que realizes uma breve pesquisa sobre todos os assuntos que abordaste e sobretudo sobre o modo como os abordaste, neste mundo nem todos vamos ter os meus gostos e desgostos, qual seria a piada se tivéssemos, hoje em dia vivemos numa sociedade imensamente diversificada talvez seja isso que a torne tão interessante, o problema são mesmo as pessoas como tu que seguem demagogias de há 100 anos atrás e que infelizmente não tem capacidade de pensar por si próprias e saber aceitar as diferenças de indivíduo para indivíduo, cada um faz o que bem lhe apetecer desde que claro não infringa nenhuma lei, tens uma mente demasiado retrógrada para o tempo em que vives, mas não te vou insultar porque obviamente respeito as opiniões de cada um, só te peço que se alguma vez te ocorrer de novo escrever um texto deste género penses duas vezes na forma como o fazes e que não tenhas uma atitude tão discriminatória pois cada um é livre de seguir o caminho que bem entender e tu não és mais que ninguém para julgar e até criticar esse caminho por mais errado e absurdo que te pareça.

    • Claro que ofende a Lei, talvez não as ditadas pelos humanos, já que estes as adaptam a seu gosto, mas as Leis Vivas… e perante elas quem se apega às drogas (seja tabaco, maconha, canábis, medicamentos….) está se a acorrentar a si mesmo à Terra devido a querer continuar experimentar tais sensações continuamente, e tal provoca um retardamento no seu desenvolvimento espiritual que em última instância levará à morte permanente da sua personalidade por não conseguir ascender a tempo dos planos próximos da Terra.
      Essa sua mentalidade “avançadíssima” (raciocínio), está tão restrita que nada sabe do que está além do conceito de tempo e espaço… teria de ter uma boa ligação ao seu espírito, mas é preguiçoso demais para tal, certo?
      É o viver até se esgotar… e esgotar-se irá aquele que não souber usar a sua energia correctamente com a consequente morte contínua/ permanente.

  17. Esta espécie de texto deu-me vómitos.. espero que reconsideres piamente a tua decisão de escrever, porque é mesmo doloroso ler-te, tanto pela escrita horrível como pela opinião, que só demonstra a mente mesquinha e opressora que tens. Prefiro continuar a ler autores que fumam CHARROS do que ler uma pita pseudo transtornada com a sociedade que em vez de fazer uma opinião fundamentada, só atira papaias sem nexo para o ar.. triste.

  18. Mas que raio de explosão intestinal é esta? Vale a pena trazer á deriva os anos 50, 60, 70, 80, onde drogas estavam em primeiro na lista de qualquer rapaz e rapariga que decidia sair à noite e dançar o Twist? Por amor de Deus. Perdeu 10 minutos da sua vida a escrever um texto que embora muito bem escrito, falha em 80% das críticas que faz. Se há adolescentes com 15 anos a sair à noite, que culpa é que todos os outros jovens têm? Acredite também não gosto. Mas fazer o quê? E que tal sair um pouco á rua e ver por si própria que não é tudo assim tão linear como descreve? Parem lá com essas lamentações desnecessárias. Os vossos maiores ídolos das décadas passadas acabaram por morrer quase todos por overdoses, e você vem com toda a razão do mundo dizer que viu 3 putos a rodar uma ganza e ficou escandalizada ao ponto de ir pra casa escrever brutalmente no pobre teclado.
    Poupem-me, abram um pouco os olhos.

  19. Minha senhora, respeitando a sua opinião, o que descreve aí chama-se adolescência, dá para perceber que infelizmente não teve a sua, pois considerando que deve estar por volta dos 40 anos mais coisa menos coisa saberia que a sua geração era rainha no consumo de álcool e drogas levados ao consumo de heroína aos máximos históricos, não “ganzas”, gostava que guardasse a sua opinião para si própria em vez de opinar na internet com intuito de ter views, já que a tecnologia é assim tanto uma epidemia, e realmente é na sua geração que se agarram a ela para compensar as suas vidas, faça antes como propôs, vá ter com os seus amigos e discuta sobre isso pessoalmente

    • Porque existem sempre pessoas como esta que se identifica por “Duarte” que preferem que não se fale/ escreva sobre os problemas? É para continuar a dormir calmamente sem perigo de ser pertubado? Para não ter de reflectir sobre tal, e menos ainda para fazer algo a respeito na medida em que tal lhe seja possível? Malditos sejam todos como este Duarte! Preferem continuar dormindo e desculpar-se nos erros dos outros para nada fazer ou querer passar a ideia que até nem tem problema.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *