alone in valentines

O quanto mais independente fores, mais te tornas… tu.

Amor F*dido Demais

Porque mulheres poderosas e independentes são as melhores namoradas

alone in valentines

O quanto mais independente fores, mais te tornas… tu.

Eu tenho dificuldade em compreender porque é que alguns homens perseguem uma determinada mulher. Enquanto eu tento ficar longe de sobre-generalizações e estereótipos, a verdade é que as pessoas podem ser colocadas em determinados grupos e estereótipos. Mas isto apenas porque elas escolhem colocar-se dentro desses estereótipos. Não há nada de errado em chamares as coisas como as vês – especialmente se isso te ajudar a tomar melhores decisões de vida.

E o que eu vejo é um monte de gajos perseguindo mulheres que não valem o esforço. Tu sabes o tipo de mulheres que eu estou a falar. O tipo que dedica toda a energia na sua aparência, que não tem nenhuns objectivos reais (excepto casar-se com um homem que possa cuidar dela), que vê o seu corpo como um meio de conseguir o que quer na vida.

Claro, se fores uma mulher muito atraente, é fácil cair na armadilha de pensar que a tua aparência é suficiente para teres sucesso na vida. Não porque “é a maneira que as mulheres são” (todos sabemos que não é o caso), mas porque as mulheres realmente têm mais dificuldades neste mundo. É um mundo de homens – sempre foi – e os homens (mais uma vez, não todos mas a maioria) vêm as mulheres como objectos, como um meio para atingir um fim.

O problema vem de ambos os lados. Muitos homens procuram esposas-troféu. Muitas mulheres desejam ser esposas-troféu. O que veio primeiro? Não faço ideia mas realmente não é importante. O facto é que estamos presos num mundo em que homens tratam as mulheres como brinquedos e as mulheres apenas aceitam ser os seus brinquedos.

Para muitas destas mulheres, isto é realmente apenas uma jogada de poder. Elas sabem exactamente o que estão a fazer e assim que apanharem um peixe maior (ou tiverem a oportunidade de resgatar), elas vão abandonar o teu rabo.

Faz Play Neste Vídeo


Isto dá a muitas mulheres um sentimento de poder, o que eu entendo. Mas no final de contas, essas mulheres estão apenas a perpetuar um ciclo doloroso e não amoroso que nunca deveria existir em primeiro lugar. Isto na verdade não te torna independente; isso faz de ti uma sanguessuga. Tu és um ser humano. Não um parasita.

As pessoas têm vindo a lutar pela independência desde o inicio da humanidade. Então porque deveria alguém optar por não ser independente quando a independência é atribuída para elas? Todos nós podemos ser o nosso próprio povo. Todos podemos ter os nossos próprios sonhos e até mesmo ter permissão para os perseguir.

Eu entendo que se estiveres a ler isto, é provável que tomes tudo isso como garantido. Mas a independência começa contigo. Ela começa com a maneira como pensas e como compreendes o mundo, bem como onde tu vês o teu lugar nele. Precisamos da independência afim de encontrarmos a nós próprios.

O quanto mais independente fores, mais te tornas… tu.

É por isso que as mulheres fortes, independentes tornam-se as melhores namoradas – tão forte como os homens independentes se tornam os melhores namorados. A razão pela qual é incrivelmente muito simples e óbvia: Recebes mais num relacionamento com eles.

Dependência imita, leva e escurece. Independência dá, cria e brilha.

Um parceiro independente permite-te experimentar mais a vida do que farias com um parceiro completamente dependente ou por tua conta.

Agora, é importante lembrar que quando se trata de relacionamentos românticos, independência completa não é possível. Por definição, uma relação deve ser constituída por dois ou mais objectos ou pessoas. Em outras palavras, não podes ser completamente independente se planeias estar num relacionamento real. O amor em si é uma forma de dependência.

O importante realmente é manter um bom equilíbrio. Não podes amar outro antes de aprenderes primeiro a amar-te a ti próprio. E se amar outro significa ser dependente e amares-te significa ser independente, tu nunca, nunca estarás num relacionamento amoroso, feliz até que aprendas primeiro a ser um individuo independente.

Mas se pensares realmente sobre isso, o que significa ser independente? Estás sempre a depender de ti mesmo, afinal de contas. Entendes? Toda a gente depende de alguém.

Comentários

Somos a plataforma preferida da Geração-Y para os tópicos mais quentes e mais na moda dos dias de hoje, desde política a relacionamentos e tudo o que se encontra pelo meio.

CoffeeBreak © 2016 - Todo o conteúdo pertence aos seus utilizadores.

To Top

QUERES MAIS HISTÓRIAS COMO ESTA?

O botão mágico abaixo entrega-te as melhores histórias no Facebook.