,

Pai deixou filha bebé sangrar até à morte após violação

Já fiz isso
Já fiz isso

O caso chocou a opinião pública na Austrália. Uma menina de três anos morreu depois de ter sido vítima de uma série de abusos sexuais na casa do pai, que confessou agora em tribunal ser o responsável pela morte da menina.

Kyhesha Lee Williamson, de apenas três anos, era vítima de abusos sexuais recorrentes por parte de Chritopher Kent, o colega de casa do pai da menina, Matthew Lee Williamson. Os abusos eram de tal violência que as autoridades encontraram fraldas cheias de sangue. A menina foi encontrada morta no quarto do pai, em 2013, com perfurações nos intestinos e nos órgãos genitais.

Em tribunal, a acusação alegou ainda que o pai da criança teria usado brinquedos sexuais na menina, a teria agredido com murros e teria posado para uma fotografia com o pénis sobre o ombro da bebé, acusações que o homem negou.

O colega de casa, que confessou o homicídio no ano passado foi condenado a dois anos de prisão com pena suspensa. Já o pai de Kyhesha, natural de Brisbane, só agora está a ser julgado. Em tribunal, disse que não chamou imediatamente as autoridades quando descobriu a filha morta porque tinha receio que a polícia encontrasse o cachimbo que usava para fumar canábis.

A polícia encontrou um cenário chocante quando foi chamada a casa de Matthew Lee Williamson. A menina era fechada no quarto, presa com uma corda à cama e deixada sem comida nem água durante várias horas, como forma de castigo.

Melhor vídeo de sempre


O pai nunca relatou os abusos sexuais de que a filha era vítima porque, segundo ele, “tinha medo que os Serviços Sociais a levassem”.

A mãe da criança, que se encontrava separada do pai, falou em tribunal sobre o caso pela primeira vez. “Ninguém a ajudou. É muito difícil de compreender”, limitou-se a afirmar.

A sentença deverá ser conhecida ainda no mês de Março. O homem australiano está acusado de homicídio negligente e maus-tratos infantis.

Criado por Ashley Teixeira

Profile photo of Ashley Teixeira

Escrevo para Coffee Break depois de ter sido libertada de perseguir o curso de advocacia. Nos meus hobbies estão incluídos eventos importantes como dormir e comer.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *