mulher que da

Ah, rapaz. Tu vais acabar sozinho. Porque nunca te soubeste conectar.

Vamos Falar De Sexo

Não existe mulher que “dá” no primeiro encontro. Existe mulher que faz sexo quando está com vontade.

mulher que da

Ah, rapaz. Tu vais acabar sozinho. Porque nunca te soubeste conectar.

Entende uma coisa: Não existe mulher que “dá” no primeiro encontro.

Existe mulher que faz sexo quando está com vontade.

Ela não te “deu”. Ela nunca te pertenceu. Então não venhas com essa de “ela deu pra mim”. Porque na verdade, ela não foi tua. Ela não conta primeiro, segundo ou terceiro encontro. Ela valoriza os momentos. Ela valoriza as conversas. Os sorrisos. Os olhares.

Ela valoriza aquilo que desperta vontade. Aquilo que desperta tesão em viver. Se ela fez sexo contigo, é porque ela quis.

Não penses que ela faz sexo com todos. Ou pensa se quiseres. Até porque isso não é da tua conta.

Faz Play Neste Vídeo


Tu não a “comeste”. Ela ainda está inteira. Ainda ri de coisas parvas na TV. Ainda lê um livro antes de dormir. Ainda sai com as suas amigas no sábado à noite. E almoça na casa dos pais no domingo.

Tu não a “comeste”. Porque gente não se come. Gente sente-se. Ela não saiu por aí a gritar para todos o quanto o vosso momento a sós foi bom ou mau, ou o quanto tu foste grosso com ela. Ela não precisa dividir isso com ninguém. Então porque é que tu precisas?

Para te sentires mais “macho”?

Para te sentires mais “homem”?

Não rapaz.

Ela não é metade do que tu pensas. Ela é tão extraordinária, que nem cabe dentro dos teus pensamentos. Ela não te ligou, nem estava à espera que tu lhe ligasses. Ela não precisa da tua aprovação. Ela não precisa saber se foi bom para ti. Porque se tiver sido bom para ela, ela vai fazer acontecer de novo.

Não, ela não estava bêbada. Nem drogada. Ela fez porque quis. Porque estava a fim. Quando ela se arrumou naquela noite, ela já sabia que seria para enlouquecer. Ou para enlouquecer alguém. E podes ter a certeza que tu não a enlouqueceste. Tu não a ganhaste na tua conversa fiada.

Ela foi porque estava a fim. Porque ela te escolheu. Não saias por aí a dizer que tu a ganhaste. E que tu a ganhas à hora que quiseres. Ela não te viu como um pedaço de carne. Ela não vê ninguém assim.

Ela gosta de conexões. Nem que seja só por uma noite. Ela gosta de se sentir ligada à alma de alguém. De sentir o calor. De olhar nos olhos. De sentir prazer físico e emocional. E se ela te achar vazio demais, não vai rolar de novo.

Tu podes rezar. Implorar. Mandar flores. Mas ela é decidida. Tem personalidade forte. E no dia em que ela se casar, vai ser com um homem de muita sorte.

Porque de todas as conexões que ela teve, aquela terá sido a mais forte. Ele terá sido a alma que ela escolheu. E os dois serão eternamente enlouquecidos, um pelo outro.

E tu?

Ah, rapaz. Tu vais continuar a perder tempo. A falar por aí das mulheres que tu achas que comeste. Vais continuar a perder tempo a achar que ganhaste alguém. Tu vais acabar sozinho. Porque nunca te soubeste conectar.

Nunca soubeste sentir a alma de alguém.

(Source: Helena Ferreira)

Comentários

Somos a plataforma preferida da Geração-Y para os tópicos mais quentes e mais na moda dos dias de hoje, desde política a relacionamentos e tudo o que se encontra pelo meio.

CoffeeBreak © 2016 - Todo o conteúdo pertence aos seus utilizadores.

To Top

QUERES MAIS HISTÓRIAS COMO ESTA?

O botão mágico abaixo entrega-te as melhores histórias no Facebook.