Connect with us

Published

on

Tori Jenkins, de 20 anos, foi obrigada a sair da piscina do condomínio onde vive por usar um fato de banho que os administradores do prédio entenderam ser muito revelador e que poderia excitar os adolescentes com quem a rapariga partilhava o espaço.

A jovem, o noivo e os amigos foram forçados a abandonar a piscina.

Aconteceu em Knoxville, no Tennessee. Um dos responsáveis pela gestão do prédio chamou a jovem ao gabinete e acusou-a de ter muitas curvas e de estar a usar um fio dental provocador. Na verdade, Tori vestia uma peça única: um fato de banho.

A jovem afirma que lhe foi pedido até que tirasse fotografias para que percebesse quão “inapropriado” era o seu fato de banho.

Vê o vídeo do seu fato de banho:

A história foi partilhada pelo noivo de Tori nas redes sociais e o casal está impressionado com o apoio que recebeu. “Estou realmente impressionada com todo o apoio que recebi”, escreveu a rapariga no Facebook, depois de a história ter sido partilhada cerca de 18 mil vezes.

O casal paga 300 dólares por mês – além dos 1.000 dólares de renda -, para a manutenção da piscina do condomínio.

Newman, o namorado de Tori, escreveu também na internet:

“Nunca assistirei a uma cena de assédio sexual. Até hoje. Nunca vi a minha noiva embaraçada ao ponto de não conseguir encarar os seus melhores amigos. Nunca a vi chorar como ela fez hoje. Nunca a vi a querer isolar-se como agora. Tudo porque alguns ignorantes acham que podem policiar o tamanho e a forma do seu corpo”.

Comments

Publicidade

Vídeo em Destaque

Publicidade

Mais Populares