,

Look Up: Como vais beneficiar por baixares o teu telemóvel e estares presente

Já fiz isso
Já fiz isso

Quando uma pessoa está parada, ele ou ela tem tendência a navegar pelos emails ou pelo feed de notícias do Facebook. Invés de usar a tecnologia por aquilo que é, um útil utensílio, ela tornou-se uma necessidade doentia.

Olhar para os nossos telefones constantemente tornou-se algo inerente a nós, quase como uma obsessão. Tenho a certeza que muitos, até eu mesmo, podem dizer que são culpados dos diários scrolls sem sentido e cliques desnecessários.

A necessidade de postarmos e partilharmos a nossa vida, em conjunto a lermos os updates dos outros, é um anexo incomum que estamos a desenvolver.

Mais importante, isso desvaloriza o que significa estar presente!

Quando fores jantar fora com os teus amigos ou amigas, invés de semi-falares e semi-escreveres para alguém, baixa o telemóvel e está 100% presente.

Melhor vídeo de sempre


Sorri e conversa porque alguém com quem te preocupas estás sentado a pequenos centímetros de ti, e muito provavelmente não está interessado em olhar para o topo da tua cabeça enquanto mandas mensagens debaixo da mesa.

Hoje em dia nos concertos, invés de apreciar a magia da música ao vivo, a plateia está muito ocupada a tentar preservar o momento, perdendo essa magia. Já fui a concertos em que tudo o que vejo são telefones no ar capturando mais de cem fotos desfocadas.

Deixa o telemóvel no teu bolso e aprecia a fantástica performance que está a acontecer mesmo à frente dos teus olhos; não existe necessidade de veres um “concerto ao vivo” através do teu telemóvel.

Similarmente, as caminhadas são centradas em saborear a beleza natural do mundo. Invés de tirares 45 fotografias da cascata, tira 45 minutos para te sentares e apreciares a sua beleza.

É sempre lindo fechar os olhos e ouvir tudo o que se passa à nossa volta, e é ainda mais relaxante acalmares a tua mente e concentrares-te no ambiente em vez de gastares 10 minutos para escolheres um filtro para a tua foto.

Quando mais documentares cada segundo da tua viagem, maior será a tua desconexão com a natureza.

Claro, é bom tirares fotos e conectares-te com os amigos nas redes sociais, mas é também importante lembrares-te de não ficares dependente. A nossa geração precisa de começar a ficar mais consciente do nosso apego à tecnologia porque isso está a criar problemas mais sérios, como escrever mensagens e conduzir.

É viciante querer saber tudo sobre todos, mas a tua própria existência é muito mais importante. Invés de viveres através dos outros, podes participar activamente na tua vida, o que é mais valioso que um post nas redes sociais.

Se estiveres realmente interessado em recuperar tempo perdido, convida alguém para tomar um café em vez perseguires o seu perfil.

Existem tantas coisas que podemos observar, mesmo na cidade mais pequena. As pessoas que passam por ti todos os dias podem ser ignoradas ou reconhecidas, e por olhares sem sentido para o teu telemóvel, tu estás lentamente a desligar-te do mundo.

Se estiveres a olhar para baixo, como vais observar a calmaria de uma viagem de autocarro, a rapariga sentada duas filas à tua frente a ler o teu livro favorito ou o sorriso genuíno do condutor sexy quando chegas à tua saída?

Se escolheres prestar atenção aos deslumbrantes detalhes que a vida te apresenta, poderá ser surpreendente veres o quanto mais vais receber em troca, simplesmente por olhares para cima.

Criado por Miguel Camacho

Profile photo of Miguel Camacho

Eu perdi muito peso e ganhei um pouco de conhecimento sobre a obesidade e cuidados de saúde. Eu gosto de ler e escrever sobre essas coisas. Embora já não esteja mais em Portugal, os meus sonhos são tão ambiciosos como sempre (e muitas vezes incluem saltar para a água com o meu telemóvel).

One Ping

  1. Pingback:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *