,

É impossível mergulhar no outro sem nos afogarmos nas nossas próprias expectativas

Já fiz isso
Já fiz isso

Pessoas são como icebergs num mar negro e dentro delas existe muito mais do que conseguimos ver na superfície, mas mesmo sabendo disso insistimos em ver apenas o que queremos ver, talvez na ilusão de que não vamos nos magoar, mas a verdade é que foi um iceberg que afundou um navio inafundável como o Titanic.

Infelizmente algumas pessoas não sentem nada, são frias por natureza e não sentem nenhum tipo de remorso por isso, muito pelo contrário, elas sentem prazer em ver o sofrimento alheio, é como alimento para o ego.

Essas pessoas aparecem na tua vida simulando algo que não existe de verdade e tal como os psicopatas não descansam enquanto não levam o teu melhor sorriso, o teu melhor sentimento, o melhor de ti e fazem isso da maneira mais dissimulada possível e sem pensar nas consequências elas levam tudo de ti.

Pessoas assim não merecem o carinho, atenção e respeito dedicado a elas e não reconheceriam um sentimento verdadeiro nem se estivesse a meio palmo do nariz.

A vida coloca essas pessoas na tua vida para te mostrar que qualquer sofrimento vivido não foi nada em vista do que elas são capazes de te fazer sentir e que a maldade se esconde por traz de rostos angelicais e falsas promessas. Assim tu aprendes que o melhor para ti mesmo e para te proteger é não confiar em ninguém. No fim, o sofrimento deixa-te mais forte e ajuda-te a reconhecer coisas que realmente valem a pena e a não sentir falta daquilo que não te faz bem.

Melhor vídeo de sempre


Às vezes mergulhamos sem saber o que nos espera, se a água está gelada ou se o local é mais fundo do que imaginamos, por isso é preciso tomar muito cuidado, pois as pessoas podem até ser como icebergs, mas também afundam e é impossível mergulhar no outro sem nos afogarmos nas nossas próprias expectativas.

Criado por Patricia Lemos

Profile photo of Patricia Lemos

Estudei jornalismo na escola da vida. As minhas paixões são carros clássicos, moda, comida, escrever e os meus cães. Também tenho um piriquito (mas provavelmente não queres saber).

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *