,

Era da Aventura: Porque deves arriscar enquanto ainda tens 20 e poucos anos

Isto costumava ser, logo que completasses os 18 anos saías de casa, encontravas um trabalho, um cônjuge, e começavas a aparecer com bebés.

Hoje, porém, mais e mais pessoas estão a empurrar essas coisas para anos mais tarde, e parece ser extremamente benéfico.

De acordo com Psychology Today, os 10 anos mais influentes são das idades 18-28, dizendo que eles compreendem a década mais crucial na vida de uma pessoa. Erros cometidos durante estes anos têm um impacto desproporcional sobre os últimos anos na vida de uma pessoa.

Então, 20 e poucos anos, aqui estão algumas coisas que deves ter em mente ao tomares decisões nos próximos anos:
 

1. Não cresças depressa demais.

Curiosamente, os psicólogos estão a dizer que o pior erro que um jovem pode fazer hoje é crescer muito rápido. Significado, casam-se muito jovens, têm filhos muito cedo, ou entram num emprego a tempo inteiro muito cedo.

Melhor vídeo de sempre


É incentivado aos 20 e poucos anos que prolonguem os estágios, explorem outras tentativas de aumentar o currículo, e trabalhem no desenvolvimento mental antes de se estabelecerem.


2. Trabalhar ou brincar?

Muitas pessoas andam a debater a prioridade de trabalho ou lazer nos seus 20 e poucos anos. Claro, a melhor resposta seria a de encontrar um meio termo, um bom equilíbrio, mas provavelmente tomar sempre a precedência.

Os psicólogos dizem que esses anos deverão ser mais utilizados para a auto-descoberta, exploração e crescimento pessoal; casamento, filhos e carreiras estáveis devem começar a florescer na década dos 30.


3. 28 são os novos 18.

Costumávamos pensar que nos tornávamos todos em adultos aos 18 anos de idade, mas estudos recentes têm-nos mostrado o contrário.

O desenvolvimento cognitivo de uma pessoa jovem continua numa fase posterior, muito além dos 18 anos: até que o córtex pré-frontal do cérebro esteja totalmente desenvolvido, a maturidade emocional e o julgamento de uma pessoa ainda não concluíram os seus cursos.

Portanto, nós realmente não podemos considerar qualquer um adulto até que tenha atingido a idade de 28 anos.


4. As taxas de divórcio estão em altas.

Como a American Psychological Association afirma, neste momento, cerca de 40-50% dos casais acabam por se divorciar. Também descobriram que aqueles em relacionamentos felizes são muito mais saudáveis tanto física como mentalmente.

Porque o córtex pré-frontal do cérebro não está totalmente desenvolvido até aos 28 anos, cada vez mais estamos declarando que é benéfico esperar até os últimos anos da década dos 20.


5. Porque agora é a hora.

Alguma vez já deste cabo de um joelho com a idade de 23? Sim, é verdade, não é assim tão mau. Estouras alguns anti-inflamatórios, descansas um pouco, e então estás de volta à acção.

Aos 33 anos, no entanto, o tempo de recuperação tende a envolver um pouco mais de atenção: nossos corpos simplesmente não são os mesmos nos nossos 30 anos como eles eram nos nossos 20. Tendo dito isto, os teus 20 anos são o tempo ideal para fazeres toda a m*rda que queres fazer.

Queres fazer um 360º no teu snowboard na Serra Nevada? Vai fazê-lo.

Queres ir surfar naqueles remoinhos na Indonésia? Atira-te a eles.

Queres fazer bungee jump da ponte Bloukrans na África do Sul? Porra. Sim.

Criado por Henrique João

Profile photo of Henrique João

Depois de ganhar apreciação pelos professores que trabalham em pequenas vilas de Portugal, eu tornei-me um adulto interessado em política e como isso afeta os alimentos, água limpa, os direitos para todas as pessoas, o clima e a saúde.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *