tshts1

Um “bom dia” muitas vezes significa mais do que simplesmente um bom dia, assim como o “se cuida”, o “boa noite” e as inúmeras formas de dizer “eu pensei em ti”.

Relacionamentos

“Como correu o teu dia” ou “vai com cuidado” são um eu te amo disfarçado.

tshts1

Um “bom dia” muitas vezes significa mais do que simplesmente um bom dia, assim como o “se cuida”, o “boa noite” e as inúmeras formas de dizer “eu pensei em ti”.

O amor está na simplicidade daquele “bom dia” que faz o nosso coração acelerar quando alguém se lembrou de nós logo pela manhã. Está naquele “se cuida” como quem na verdade quer cuidar da gente, ou naquele “vai com cuidado” que faz o nosso coração se sentir querido e protegido.

Eu vejo amor nos pequenos detalhes e acredito que são essas coisas, essas pequenas coisas, que sustentam o amor num relacionamento. Não é preciso jantares caros e presentes com preços absurdos para conquistar um coração. Não é necessário declarações em público e um príncipe com o carro do ano para arrancar suspiros.

É aquele “posso te ver hoje?” no meio da semana que chega de forma espontânea, livre de desculpas e que faz os nossos olhos e o nosso coração saltarem. Como é bom quando nos deparamos no meio do dia com uma mensagem que nos diz “estou com saudade”.

Como é confortante quando o outro nos segura pela mão e diz que ”vai ficar tudo bem”, mesmo quando os problemas são enormes e parecem querer nos engolir.

O nosso coração se alegra quando o outro decide ficar, dispensando as palavras e oferecendo aquilo que é mais valioso: a sua presença e a sua companhia.

Faz Play Neste Vídeo


Eu sempre preferi presença a presentes. Isso porque o que faz o meu coração feliz é estar na companhia de alguém que eu amo.

Eu vejo amor naquela flor arrancada na rua só para dizer “lembrei-me de ti”. Vejo amor naquele momento em que recebo uma ligação só para saber como foi a minha semana e se eu, de alguma forma, estou a precisar de algo. Esse interesse espontâneo me faz sentir que alguém se importa comigo.

O amor existe na simplicidade, nos pequenos detalhes que fazem o coração acelerar, e é com essas proezas do dia a dia que o amor reacende todos os dias a sua chama.

É aquele cafuné que esbanja carinho que faz com que a gente deseje mergulhar todos os dias na mesma história de amor.

É aquele alguém que prova todos os dias, de alguma forma, o quanto quer ficar do nosso lado e o quanto somos importantes para si. Nós nos sentimos verdadeiramente amados com aquele “quando tu chegares avisa-me, para eu saber se tu chegaste bem” depois de uma viagem.

Eu vejo amor no abraço apertado, na música enviada com um toque de “presta atenção na letra”. Vejo amor naquele “pensei em ti quando vi isto”, vejo amor naquela graça e piada interna que só tu e aquele alguém conseguem decifrar.

Vejo amor no olhar que brilha, na voz que engasga, no toque que nos desmonta e nas palavras que cicatrizam as nossas feridas.

Um “bom dia” muitas vezes significa mais do que simplesmente um bom dia, assim como o “se cuida”, o “boa noite” e as inúmeras formas de dizer “eu pensei em ti”.

Só quem vê o amor nos pequenos detalhes consegue ler o amor que está nas entrelinhas de frases como essas.

São os detalhes que fazem o coração.

(Texto de Thamilly Rozendo)

Comentários

Somos a plataforma preferida da Geração-Y para os tópicos mais quentes e mais na moda dos dias de hoje, desde política a relacionamentos e tudo o que se encontra pelo meio.

CoffeeBreak © 2016 - Todo o conteúdo pertence aos seus utilizadores.

To Top

QUERES MAIS HISTÓRIAS COMO ESTA?

O botão mágico abaixo entrega-te as melhores histórias no Facebook.