6727

Eu aprendi que a pessoa ideal para ti é a pessoa ideal para ti. Uma vez que ela aparece, é isso.

Amor F*dido Demais

A beleza e a dor de encontrares o TAL quando ainda não estás pronta para amar

6727

Eu aprendi que a pessoa ideal para ti é a pessoa ideal para ti. Uma vez que ela aparece, é isso.

O amor é como uma espécie de desporto. Há alguma estratégia envolvida, há uma competição, e um monte de incertezas. A dúvida é suficiente para engasgar-te, porque há tantos momentos em que está absolutamente tudo na balança.

Quando ganhas em grande, é a melhor sensação do mundo, e quando perdes em grande… bem… tu entendes a ideia.

Eu perdi em grande.

De qualquer forma, assim foi. Parecia que o mundo inteiro tinha caído debaixo de mim, e não havia nenhuma maneira de prever se alguma vez iria recuperar. O que é engraçado sobre a recuperação é que fisicamente é muito previsível. Tu sabes na maioria dos casos quando vais recuperar, como vais recuperar, e quanto tempo isso vai demorar.

A recuperação emocional é um animal totalmente diferente. Às vezes, não sabes sequer se alguma vez vais recuperar. Não sabes sequer como vai isso acontecer. Tu não sabes sequer se vais ter forças para recuperar.

Faz Play Neste Vídeo


Tu sabes, quando estamos emocionalmente feridas há uma parte de nós que toma nota e diz: “Ok, a fim de evitar esta dor no futuro, temos de evitar certas situações… como nos apaixonarmos”. E isso é uma porcaria, porque ainda queremos voltar a ficar apaixonadas – mas agora também temos esse medo, agindo como meros passageiros numa vida sem rumo.

Eu gosto sempre de pensar que a vida tem um grande sentido de humor, porque, na verdade, só pode ter. Esta vida não pode significar tanto quanto todos nós acreditamos, porque o timing de algumas coisas é apenas impagável.

Quando as coisas acontecem e nós não estamos prontos para elas, da nossa perspectiva, parece cruel como um soco no rosto. Mas a partir de uma perspectiva mais ampla, é realmente muito engraçado.

Vamos apenas dizer que eu estava numa ‘posição fetal’ emocional, apenas a colocar um pé na frente do outro. Apenas a tentar fazer coisas normais outra vez, como sair da minha casa e lembrar-me se fechei a torneira. Aquele tipo de coisas. Eu era um desarrumo por causa do que passei com o meu último relacionamento.

E eu conheci o amor da minha vida logo depois disso.

Eu não estava pronta. Era impensável que eu estaria pronta. Eu só estava em modo de eremita, não estava pronta para uma corrida a sério. Não ira durar uma época.

E, ao mesmo tempo, estava receosa de que iria perder essa pessoa incrível agora. Eu ia ficar tão frustrada com a vida. Como podes fazer isso comigo agora? Eu pensava assim. Agora que estou quebrada, e ansiosa ainda por cima.

A realidade, porém, era que eu não tinha que estar pronta. Eu fui honesta sobre o facto de que eu não estava pronta, e porque esse homem era o TAL e não havia absolutamente nada que eu pudesse fazer sobre isso, ele esperou por mim.

Eu aprendi que a pessoa ideal para ti é a pessoa ideal para ti. Uma vez que ela aparece, é isso.

Todo este tempo eu acreditava que a vida estava a contar uma piada cruel sobre mim, mas ela estava apenas a tentar mostrar-me que, apesar da minha dor, ainda havia muito mais beleza no mundo para compensar isso.

Comentários

Somos a plataforma preferida da Geração-Y para os tópicos mais quentes e mais na moda dos dias de hoje, desde política a relacionamentos e tudo o que se encontra pelo meio.

CoffeeBreak © 2016 - Todo o conteúdo pertence aos seus utilizadores.

To Top

QUERES MAIS HISTÓRIAS COMO ESTA?

O botão mágico abaixo entrega-te as melhores histórias no Facebook.