Connect with us

Published

on

O comandante dos tempos de guerra das forças bósnio-croatas, Slobodan Praljak, morreu hoje após ingerir veneno, segundos depois de o juiz do Tribunal Penal Internacional recusaram o seu recurso contra a pena de 20 anos de prisão por crimes de guerra cometidos contra muçulmanos bósnios.

Comments

Publicidade

Publicidade

Mais Populares