,

A vida não tira as pessoas de ti, ela afasta as que tu não precisas!

Já fiz isso
Já fiz isso

Quando se trata de salvaguardar o nosso amor próprio e a nossa dignidade, temos que ter sempre algo em mente: não podemos admitir diminuições. Por isso dizemos que a vida não tira as pessoas de nós, mas nos afasta das que não precisamos.

É importante deixar de lado as pessoas más, sem coração, que esmagam a nossa auto-estima vezes sem conta. No momento em que tu perceberes isso, um mundo novo irá se abrir diante dos teus olhos e tu vais deixar de precisar da presença daqueles que semearam dúvidas, desconforto e relutância na tua cabeça.

Dá a tua ausência às pessoas que te fazem mal. Afasta-te de quem duvida de ti, aproxima-te de quem te valoriza, liberta-te de quem te incomoda e ama quem te apoia. Dá a tua ausência de presente a quem não valoriza a tua presença e mostra-lhes o valor que tu tens.

És tu quem determina o teu próprio valor, por isso, é esse o valor que as pessoas vão te dar. Por isso, é importante ficar perto de quem nos conforta e nos afastarmos das pessoas que nos ferem deliberadamente.

Afasta-te do que machuca, do que escurece a tua vida, fica longe do que se transforma em trevas.

Afasta-te de tudo aquilo que não tenha solução, daquilo que esteja acabando com o teu bem-estar.

Distancia-te emocionalmente da dor, da rejeição e da traição; observa e aprende.

Enfrenta os teus medos, controla os teus demónios.

Lembra-te sempre que o sofrimento é opcional.

Não anestesies a realidade de alguém que te trata mal pelo medo de perder essa pessoa.

Lembra-te de que és tu que decide quais são as regras do jogo da tua vida.

Quando nos rompemos em pedaços só para manter as outras pessoas completas, desintegramos a nossa capacidade de reacção, menosprezando os nossos desejos. Nunca devemos negligenciar as nossas emoções e pensamentos, assim como as nossas realizações.

Mais vale uma autocrítica a tempo do que uma ferida emocional profunda no nosso coração por não termos sabido nos valorizar a tempo.

Não te desesperes e lembra-te: embora seja difícil se proteger da hipocrisia e da traição daqueles que consideramos amigos, temos sempre que levar em conta que nem tudo que reluz é ouro, mas ainda assim podemos confiar no mundo.

(Texto de A Mente é Maravilhosa)

Criado por André Costa

Profile photo of André Costa

Eu gosto de pensar sobre o futuro e escrever sobre mundos onde os direitos dos trabalhadores interessam. Também gosto de robôs e rock 'n' roll, embora não necessariamente por essa ordem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Vídeo em destaque