Connect with us

Relacionamentos

A verdadeira razão por que nunca vivenciaste um amor incondicional

Estás a cometer um erro crucial.

Published

on

Eu tenho procurado por ele desde os meus 14 anos. Não estava à procura de um conto de fadas; estava apenas a ambicionar algo que eu achava que não tinha em casa – amor incondicional.

Repara, o meu pai e eu tivemos uma briga fundamental – ele disse-me que se eu casar com alguém de uma raça ou religião diferente da minha não seria mais considerada sua filha.

Ele marcou uma condição para o seu amor. Desde então, tenho pesquisado por esse amor e aceitação da sua parte e de todos os homens que atravessam o meu caminho.

Mantive-me aquém das expectativas até ao passado ano e meio. Pela primeira vez na minha vida senti-me verdadeiramente apaixonada. Senti-me segura. Senti-me submersa no afecto deste homem. Apesar dos medos e dos problemas do passado que ambos estávamos a enfrentar, ele continuou presente, todo o dia.

As suas acções e o seu amor ditaram que estávamos nisto para um longa viagem mas as suas palavras começaram a me preencher com dúvida e incerteza – de tal forma que eu comecei a me retrair e senti que tinha de começar a proteger-me a mim mesma.

Após um verão preenchido de conversas que pareciam o final (apesar de ele dizer que não eram), encontrei-me em luta após um fim-de-semana emocional. Sem um pensamento consciente conduzi até à loja para comprar caixas, empacotei os seus pertences e escrevi-lhe uma carta de despedida.

Na verdade eu não estava preparada para dizer adeus mas não conseguia lidar com o facto de não ser escolhida todos os dias. Quis abaná-lo.

Ele iria escolher-me de uma vez por todas se ele experienciasse perder-me, certo?

Continuámos a conversar, chorar e conversar mais um pouco. Andámos às voltas. Nunca resolvendo o problema essencial. Enquanto ultimamente desejávamos a mesma coisa e a queríamos um com o outro, ele acreditava não conseguir me dar o que eu desejava no momento e que ele ainda tinha trabalho a fazer por sua conta.

Apesar da sua crença e da minha lógica, não conseguimos nos separar um do outro. Por meses continuámos a avançar e a recuar, a tentar perceber algo que não conseguíamos alterar.

Encontrei-me a argumentar com ele para fazer isto funcionar. “Nós conseguimos compreender isto juntos, não precisas de o fazer por tua conta” disse eu. Ele continuava a dizer que me amava e que queria estar comigo mas que ele não conseguia.

Sentei-me e questionei a mim mesma “O que estás a fazer? Já fizeste isto alguma vez? Porque estás a lutar com tanta força por isto quando ele claramente não o está a fazer?”

Apercebi-me que estava a repetir o padrão que estabeleci com o meu pai à uns anos atrás.

Mais uma vez estava a tentar convencer o homem que amo para me escolher de qualquer forma, indiferente das circunstâncias.

Com o meu pai foi:

“Ama-me de qualquer maneira. Sê o meu pai apesar das circunstâncias que não são ideais para ti. Não serei eu uma boa filha? Porque não consegues me amar e ser meu pai aconteça o que acontecer? Porque não podemos olhar além das circunstâncias e resolvê-las?”

Em cada caso ambos me amavam. Os seus amores eram até incondicionais mas as nossas relações não o eram. O meu pai tinha as suas condições para a nossa relação e o namorado tinha as dele.

Ambos não têm nada a ver comigo. Ambos têm mais a fazer com o que cada um acredita. E tal como eu tive que aceitar o facto de que não conseguia alterar a mente do meu pai à anos atrás, tenho que aceitar o facto de que não consigo mudar a mente do agora ex igualmente.

A crença que qualquer um deles tinham tornou-se uma condição ou um termo para a relação. Mas não devemos confundir os dois.

Embora o amor seja incondicional, as relações não o são. Enquanto nos focarmos nas condições de uma relação, nunca iremos experienciar verdadeiramente o amor incondicional.

Não podemos permitir a nós mesmos de nos convencer que as pessoas não nos amam incondicionalmente por causa das suas condições, comportamentos e acções. Uma pessoa pode amar incondicionalmente e ainda assim trair. Pode amar incondicionalmente e ainda assim abandonar. Uma pessoa pode ter um valor ou uma crença que é tão forte que a ponha à frente do amor, independente do quão profundamente te amam.

Então embora a nossa relação não tenha sobrevivido, escolhi focar-me no facto que eu tenho de vivenciar amor incondicional pela primeira vez na minha vida. Precisei acreditar que o verdadeiro amor existe.

Não irei fazer o doloroso erro de os confundir novamente.

Comments

Relacionamentos

Tu és tudo o que eu quero para a minha vida

Quando olho para ti vejo tudo o que quero para a minha vida.

Published

on

Hoje percebi o que é o amor. E percebi-o enquanto me olhava ao espelho e via um olhar longínquo e vazio. Tu fazes-me falta. E a tua falta deixa um vazio em mim. E acho que o amor que sinto por ti se traduz nesse vazio incessante.

É uma dor sem fim que só se agrava de dia para dia. É como se nos sentíssemos a cair sem conseguirmos arranjar forças para nos agarrarmos a algo que nos puxe para cima.

Não te culpo por te amar tanto. Não me culpo por ter deixado isto levar o rumo que levou. Tu mereces cada lágrima. Mereces cada grito de dor e suspiro de angústia. No fundo, tu mereces-me.

Eu passei uma vida inteira à espera de alguém que me merecesse. Alguém que fosse único no meio da multidão. Alguém capaz de mudar o meu dia com um único sorriso, um único gesto ou um único olhar. Alguém que fosse tão incrível que não me deixasse sequer pensar em mais ninguém.

Quando olho para ti vejo tudo o que quero para a minha vida. Quando olho para ti esqueço-me do tempo, dos problemas, dos sonhos e das ambições. Só existes tu. Só te quero a ti. Só quero o teu sorriso. Só quero te ver feliz. Consegues ser a minha maior força e a minha maior fraqueza, em simultâneo. E amar-te é tão bom que já se transformou num vício.

A verdade é que não há ninguém como tu. És a melhor pessoa. A única pessoa capaz de agitar a minha vida. E eu coloco o meu corpo em frente a qualquer bala só para te proteger. E morro. Porque, para mim, nada é mais importante do que ver-te viver.

(Texto de Cátia Barbosa)

Continue Reading

Relacionamentos

Namora alguém que possas chamar de amor e também de melhor amigo

Namora alguém a quem tu possas chamar de amor e também de melhor amigo. Alguém que fale a verdade e que saiba cumprir todas as promessas.

Published

on

Encontra alguém que possa te ensinar a sonhar novamente. Alguém que possa limpar as tuas lágrimas, apoiar-te nos teus objetivos de vida, elevar o teu espírito quando tu te sentires para baixo, segurar a tua mão quando tu pensares que ninguém te ama. Alguém que seja a tua força para superar as tuas fraquezas e medos.

Encontra alguém que possa te ensinar como se apaixonar novamente. Alguém que possa revigorar as borboletas no teu estômago. Alguém que possa preencher o teu mundo e fazer-te apreciar as pequenas coisas da vida.

Alguém que possa aceitar as tuas falhas, os teus atos impensados. Alguém que, nos piores momentos, esteja lá para ti e saiba te pacificar até que tu fiques bem. Alguém que saiba fazer-te feliz e contente. Alguém que te dê um sorriso para usares durante a tua vida toda.

Alguém que saiba cumprir com as suas promessas. Alguém que saiba tornar as tuas manhãs ainda mais leves e as tuas noites muito melhores.

Encontra alguém que queira estar contigo e que nunca solte a tua mão.

Alguém que esteja disposto a lutar por ti até ao fim, que esteja disposto a estar contigo em tempos fáceis e difíceis, bons e maus. Alguém que possa ser a tua luz até na noite mais escura. Alguém que saiba oferecer os seus ombros para tu chorares.

Alguém que saiba abraçar-te apertado quando tu estiveres com medo e que saiba ser a tua paz. Alguém que saiba proteger-te, que saiba cuidar de ti.

Namora alguém a quem tu possas chamar de amor e também de melhor amigo. Alguém que fale a verdade e que saiba cumprir todas as promessas.

Alguém com quem tu possas conversar sobre qualquer coisa, alguém que não se importe em ficar contigo até à meia-noite falando sobre coisas aleatórias da vida. Alguém capaz de fazer o teu coração bater mais rápido com um só olhar e um só sorriso.

Alguém que possa fazer-te sentir ainda mais jovem e importante. Alguém que te mande mensagens de texto longas e doces, que te faça serenatas até tu adormeceres e te acorde com um telefonema.

E o mais importante, encontra alguém com quem tu consigas te imaginar vivendo e compartilhando o resto dos teus dias, alguém com quem tu possas te sentir em segurança, alguém que tu saibas que estará ali sempre quando tu mais precisares.

Continue Reading

Relacionamentos

Não adianta empurrar com a barriga, aceitar todos os deslizes e achar que a pessoa vai mudar, porque não muda

Confiança e respeito são base de qualquer relacionamento. Se eles deixam de existir, tudo o resto desanda

Published

on

Confiança e respeito são base de qualquer relacionamento. Se eles deixam de existir, tudo o resto desanda. E não adianta empurrar com a barriga, aceitar todos os deslizes e achar que vai mudar, porque não muda.

Não adianta aceitar um erro mas levá-lo contigo por uma vida toda. Não adianta ficar remoendo o passado e toda a vez que acontecer algo esfregar na cara o que supostamente tu já tinhas esquecido.

A verdade é que, quando alguém estilhaça o nosso coração e vacila forte e feio com a gente, por mais que exista amor e tu queiras muito o bem dessa pessoa, a vida a dois não será mais a mesma.

É que muita das vezes não conseguimos apagar o mal que já nos fizeram. Por mais que provem diariamente a suposta mudança, o pé sempre vai ficar atrás.

Não adianta aceitar da boca para fora, se o teu coração ainda não se curou e a tua mente te lembra todos os dias o que tu já enfrentaste.

Não adianta apostar se já deixou de te pertencer, se o que tu sentias não foi valorizado, se tudo que tu fazias por alguém não foi recíproco.

Não estou dizendo que ninguém mereça uma segunda chance, só quero que tu entendas que, se tu não te sentes em paz e as tuas vontades não condizem com o que o teu coração quer, não insistas, não leves adiante, não te excedas por frustrações passadas.

Eu acredito em segundas chances. Só não acredito que toda a gente as merece.

Amor não enche barriga, e para ser inteiro e de verdade, o outro alguém precisa te escolher, e principalmente, precisa deixar de abraçar o mundo para segurar só a tua mão.

(Texto de Rogério Oliveira)

Continue Reading

Publicidade

Publicidade

Mais Populares

Download gratuito de

7,250,164,321 razões porque podes fazer uma vida de sucesso online

Faz download gratuito do nosso guia e aprende como pessoas 'normais' estão a pegar nas suas habilidades, estão a transforma-las em negócios online e estão a ganhar a vida fazendo isso.
DOWNLOAD GRATUITO AGORA