apaixonado

Amar essa pessoa assusta-te, mas lá no fundo, tu sabes que a queres.

Underwear Tuesday
Relacionamentos

11 Sinais parvos e ridículos que podem significar que estás apaixonada/o

apaixonado

Amar essa pessoa assusta-te, mas lá no fundo, tu sabes que a queres.

Underwear Tuesday

Alguma vez estiveste apaixonada/o? Muitos de nós temos medo de nos apaixonarmos e vamos sempre negar a sua verdade, mesmo se todos os sinais estiverem lá. A Disney acertou com “Não vou dizer que estou apaixonado” de “Hércules”.

Mesmo que ainda não tenhas dito a temida palavra à outra pessoa, mesmo que ainda não estejam oficialmente “juntos” e mesmo que não tenhas absolutamente nenhuma intenção de estar apaixonada/o, tu podes muito bem estar.

O amor pode apresentar-se em formas misteriosas, ridículas, parvas. Existem coisas que poderias estar a fazer ou coisas que poderiam estar a acontecer contigo que te façam pensar: “Hm, estranho”. Adivinha? Essas coisas podem significar amor:
 

1. Ele/ela irrita-te, e ainda assim consegues tolerar essa pessoa

Essa pessoa pode ainda não ter percebido que tu nunca erras (duh), e cada vez que ele ou ela faz algo estúpido, tu só queres abanar a sua grande cabeça.

Metade do tempo, essa pessoa faz-te querer gritar, e tu comunicas isso com paixão na tua voz. Não importa o quão frustrante esta pessoa possa ser, tu nunca paras de querer estar com ele ou ela. Tu estás a começar a perceber que o oposto do amor não é o ódio, mas sim a indiferença.

Faz Play Neste Vídeo


O ódio e o amor são muito semelhantes. Quando dizes, “Ugh , eu odeio-te tanto “, não é o que queres dizer realmente.


2. Não importa o que tu estás a dizer

Tu poderias estar a falar sobre nomes absurdos para um cão, e ainda assim vais sempre lembrar-te dessa conversa porque vocês os dois de alguma forma a tornaram fascinante e merecedora.

Essa pessoa diz uma palavra que não é nem sequer uma palavra real e, de repente, é a tua nova palavra favorita simplesmente porque ele ou ela a disse. Não há tal coisa como uma conversa desinteressante entre os dois. Mesmo quando falam sobre o tempo, isso significa algo.

Não há um pensamento na tua cabeça que essa pessoa já não tenha ouvido. Se vocês os dois estão a falar, é sempre incrível, não importa do que se trata. Mesmo que seja um telefonema às 03:00 e ambos estão meio adormecidos, ainda assim é a melhor conversa do mundo.


3. Vais tornar a tua vida mais difícil por ele/ela

Nem sempre é fácil estar com alguém. Às vezes, há muita distância envolvida ou ambos estão ocupados demais para respirar, ou todo o universo parece estar a conspirar para vos manter afastados.

Às vezes, é preciso planeamento, programação, reprogramação e um monte de tentativas para conseguir ver essa pessoa. Ainda assim, tu estás sempre disposto a fazê-lo. Mesmo que isso signifique que a tua vida será 10 vezes mais difícil nesse dia, semana ou mês, vale a pena só para ver ele ou ela.

Tudo parece insano, e ainda assim, tu nunca te questionaste. Irias mover o inferno e a Terra para chegar a essa pessoa.


4. Fazer recados com ele/ela é totalmente aceitável

Na maioria das vezes, tu não queres mesmo fazer recados sozinha/o. As partes mundanas da tua vida, como compras de supermercado, escolher óculos novos e passar horas nas filas da Segurança Social, são coisas com que gememos e murmuramos sempre que as temos que fazer.

Por alguma razão, porém, quando essa pessoa te pede para irem juntos numa aventura para encontrar uma lavandaria ou para escolher uma nova marca de desodorizante, tu nunca dizes que não. O que é mais interessante é que, por vezes, essas aventuras são a melhor parte do teu dia.

Não importa o que seja, esses recados estúpidos são sempre mais fáceis com essa pessoa .


5. Consegues falar de funções corporais com ele/ela

Alguns de nós somos super tímidos quando falamos sobre as nossas funções corporais (fezes ou peidos) em redor de pessoas que não estão directamente relacionadas connosco. As meninas não devem fazer essas coisas, já que somos todas rosas e arco-íris.

Em torno desse pessoa, no entanto, todas as apostas estão fora. Tu peidas ao lado dele ou dela apenas para provocar uma reacção histérica. Ele ou ela gritam contigo para não entrares no wc até que o cheiro tenha diminuído, e tu chamas a ele ou ela ridículo.

Funções corporais parecem embaraçosas em toda a parte, mas quando estás com essa pessoa, é um pedaço de conversa histérica. Basicamente, vocês dois são estranhos como tudo, e isso é perfeito.


6. Mesmo apenas dois minutos valem a pena

Essa pessoa liga-te uma noite e diz que ele ou ela não podem falar muito tempo, mas queriam só dizer um “oi”. Esses 30 segundos fazem-te mais feliz do que qualquer outra coisa no teu dia todo.

Não é sobre as incontáveis ​​horas contínuas que passam juntos; cada simples minuto vale tudo.


7. Ele/ela faz-te querer gritar

Por alguma razão, é difícil ficar quieto em torno dessa pessoa. Mesmo os teus risos ficam mais alto quando vocês os dois estão juntos. Quando têm um desacordo, tu falas mais alto porque sentes que é tão importante que precisas de conseguir passar o teu ponto de vista.

Existe algo nesses gritos mais intensos que espelham os sentimentos que tens por essa pessoa. Por isso, gritas muito — às vezes com raiva, mas mais frequentemente por alegria.


8. O tempo que passas com ele/ela nunca é tempo perdido

Há dias em que vocês os dois nem sequer vão sair da cama. Vocês já tiveram relações sexuais três vezes numa manhã só porque nenhum de vocês se sente com vontade de fazer qualquer outra coisa.

Quando as pessoas te perguntam sobre o que fizeste durante o dia em que o desperdiçaste com essa pessoa, tu simplesmente dizes “nada”, mas sentes como se fosse o dia mais produtivo de toda a tua vida. Isso sim, é alguma coisa.


9. Tu tens milhões de questões para ele/ela

Bem, tu tens questões sobre tudo no geral. Mas sempre que tens uma pergunta ou te encontras a meditar sobre a vida, tu direccionas as perguntas para essa pessoa, que provavelmente não sabe a resposta também. Ainda assim, tu preferes sempre perguntar a essa pessoa em vez de alguém que tu conheces que vai saber a resposta.

Essas perguntas podem deixar essa pessoa um pouco frustrada, mas também começam grandes conversas e, secretamente, ele ou ela não se importa nada.


10. Tudo te faz pensar nele/nela

Tudo o que acontece na tua vida torna-se de algum modo sobre essa pessoa. Uma tempestade vai fazer-te pensar: “Oh pá, preciso de lhe contar sobre isto”, mesmo que saibas que ele ou ela podem estar a ver essa mesma chuva.

Tu sentes a necessidade de partilhar todas as experiências arbitrárias com essa pessoa. Cada música que toca é sobre ele ou ela, e se não é, tu pensas como se fosse. A borbulha estranha no teu dedo mindinho? Toda a tua vida se torna um lembrete gigantesco que a outra pessoa está viva.


11. Ele/ela assusta-te como tudo

O amor é aterrorizante, e mesmo se tentas fingir que ainda não sabes se amas ele ou ela, tu consegues sentir o caminho que isso irá tomar. Mesmo se estás apenas a começar a ficar próximo de alguém, todos nós sabemos que a proximidade pode levar a que te magoes.

Quando olhas para essa pessoa, tu sabes que ele ou ela têm o poder de te magoar mais do que alguém que tu já conheceste antes na tua vida. Tens o desejo de afastar essa pessoa para longe, porque estar com ele ou ela faz-te sentir vulnerável, e isso é aterrorizante.

Tu entras em pânico quando ele ou ela demonstra sentimentos emocionais porque, então, não há forma nenhuma de escondê-lo mais. Esta pessoa te assusta, e é o mais divertido medo que alguma vez tiveste.

Se pensares bem sobre isso, se esse medo de repente for embora, tu irás sentir imensas saudades dele.

Amar essa pessoa assusta-te, mas lá no fundo, tu sabes que a queres.

Comentários

Somos a plataforma preferida da Geração-Y para os tópicos mais quentes e mais na moda dos dias de hoje, desde política a relacionamentos e tudo o que se encontra pelo meio.

CoffeeBreak © 2016 - Todo o conteúdo pertence aos seus utilizadores.

To Top

QUERES MAIS HISTÓRIAS COMO ESTA?

O botão mágico abaixo entrega-te as melhores histórias no Facebook.